Leia mais...

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) renovou o quadro de conselheiros e conselheiras nacionais na eleição realizada nesta terça-feira (13/11), em Brasília. Foram eleitas 104 entidades que devem compor o colegiado até 2021, com titulares e suplentes.

Elas representarão os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), profissionais de saúde (incluindo a comunidade científica), prestadores de serviços e entidades empresariais com atividades na área de saúde.

As entidades e movimentos sociais terão até o dia 23 de novembro para indicar os seus titulares e/ou primeiro e segundo suplentes. A posse dos novos conselheiros e conselheiras de saúde será no dia 13 de dezembro, na mesma data que serão escolhidos os membros da mesa diretora e o novo presidente ou presidenta do Conselho.

Para o conselheiro nacional de saúde Geordeci Menezes de Souza, que presidiu a Comissão Eleitoral deste processo, a renovação do colegiado foi bastante significativa, uma vez que várias entidades novas foram eleitas para os seus primeiros mandatos no Conselho e outras entidades, que já estiveram no Conselho, retornaram à gestão para o mandato de 2018 a 2021.

“Essa eleição foi extremamente positiva. A próxima gestão é muito qualificada e, sem dúvida, está bem preparada para os desafios que se avizinham a partir de 2019. Mesmo com a grave situação política que estamos atravessando, tivemos o mesmo número de inscrições de entidades da eleição anterior, o que nos mostra que o Conselho está na cabeça das pessoas como algo imprescindível para a defesa do SUS e da saúde do povo brasileiro”, avalia.

O atual presidente do CNS, Ronald dos Santos, destaca a importância da unidade e da construção coletiva na defesa de direitos e da saúde de qualidade para toda a população. “A eleição encerra de forma mais democrática possível, como uma demonstração de força neste cenário nacional tenebroso que estamos vivendo”, avalia Ronald. “Esse é um processo muito rico, que fortalece a democracia participativa e o Controle Social, que sai unitário e à altura para enfrentar os desafios que nossa realidade impõe para o próximo período”.

O processo eleitoral do CNS ocorre a cada três anos. A eleição é voltada para representantes de entidades e movimentos de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), de profissionais de saúde (incluindo a comunidade científica), de entidades nacionais de prestadores de serviços e de entidades empresariais.

Os representantes do Governo Federal, do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems) não participam do processo eleitoral e são indicados pelos seus titulares e presidentes, conforme determina o Decreto nº 5.839/2006.

Para o conselheiro nacional de saúde, Neilton Araújo dos Santos, que atualmente representa o Ministério da Saúde no colegiado, a luta para fortalecer a saúde como direito, a qualidade de vida e a cidadania é um processo permanente e um desafio perene.

“Mudam as pessoas, as instituições e a representação, mas a nossa força e a nossa identidade continuam fortes, continuam vivas sempre. Não somos mais uma instituição governamental, somos uma instituição de Estado e reconhecidos como tal. Temos que honrar cada vez mais a expressão do Conselho Nacional de Saúde como expressão da participação da sociedade do povo brasileiro”, afirma.

Fonte: Conselho Nacional de Saúde

Leia mais...

Leia mais...

A Comissão Organizadora do I Encontro Sudeste de Práticas Integrativas e Complementares (I
ESPICS) tem a honra e o prazer a todos os profissionais da saúde e profissionais das Práticas Integrativas e
Complementares a participarem do I ESPICS que acontecerá em Belo Horizonte, campus UFMG Pampulha,
nos dias 3 a 5 de dezembro de 2018.


O I ESPICS tem como objetivo principal integrar as experiências em Pesquisa, Ensino/Formação e Gestão
em PICS no Sudeste do Brasil. Para atingirmos esse objetivo, o I ESPICS terá o formato de minicursos,
oficinas, mesas redondas e GTs, conforme os eixos temáticos. O Eixo de Gestão em PICS com certeza
auxiliará nas questões referentes à implementação das PICS nos municípios.


Os minicursos e oficinas com temas atuais e interessantes como Farmácias Vivas, Fitoterapia para Feridas,
Fitoterapia e Plantas Medicinais, Homeopatia para todos, Saúde da Mulher na abordagem da Medicina
Antroposófica e da Ayurveda, A Depressão na Abordagem da Medicina Tradicional Chinesas, As PICS na
Odontologia: Uma Abordagem Terapêutica Diferenciada, Ozonioterapia no SUS: Formação da Equipe de
Saúde, Medicina Antroposófica, Arte Terapia, Florais, Metodologias de Pesquisa em Estudos Multicêntricos
voltados para PICS, dentre outros, acontecerão no Pré Encontro, dia 3/12 das 08:30 às 12:30. Esses podem
ser feitas com certificado tanto para quem participar de todo encontro como também para quem participar
somente dos mesmos.


O Encontro conta com a participação da USP, UNICAMP, UNIFESP, UFRJ, UERJ, UFF, UFMG, UFES,
UFOP, Secretarias Municipais das 4 capitais do sudeste e Secretarias Estaduais de Saúde dos 4 estados,
dentre outros. As inscrições para o I ESPICS, mini cursos e apresentação de trabalhos já estão abertas.
O preço da inscrição é simbólico a fim de viabilizar a participação de alunos universitários e profissionais da
saúde.


https://www.even3.com.br/espics


Atenciosamente,
Comissão Organizadora de I ESPICS

Leia mais...

A proposta de regulamento da etapa nacional da 16ª Conferência Nacional de Saúde (8ª + 8) está disponível para alterações, acréscimos ou exclusões de propostas. A sociedade brasileira poderá participar da elaboração do documento através de consulta virtual, criada pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS).

 

O formulário online estará disponível de 1º a 30 de novembro, onde os cidadãos poderão manifestar-se sobre as propostas preenchendo os quesitos do formulário. Após este prazo, as sugestões serão sistematizadas pela Comissão Organizadora da 16ª Conferência Nacional de Saúde (8ª+8) e apreciado e aprovado, em caráter definitivo, pelo Pleno do CNS até dezembro de 2018.

Participe da consulta virtual do Regulamento da 16ª Conferência Nacional de Saúde

A 16ª Conferência Nacional de Saúde será realizada de 28 a 31 de julho de 2019, em Brasília. O tema proposto é “8ª + 8 = 16ª”, uma referência à 8ª Conferência, realizada em 1986 e considerada um marco na história das conferências. Isso porque ela foi a primeira conferência de saúde, em âmbito nacional, aberta à sociedade. O resultado do evento gerou as bases para a seção “Da Saúde” da Constituição Brasileira de 5 de outubro de 1988, que consolidou o Sistema Único de Saúde (SUS).

Fonte: Conselho Nacional de Saúde

Leia mais...

VideoSaúde: programação de novembro traz questões ambientais, humanização e linguagem

Por Cris Gomes | Estagio curricular VideoSaúde/Icict

Do litoral às ruas da cidade. Conheça Juqueriquerê, o maior rio navegável do litoral norte de São Paulo, através do olhar saudoso de um velho índio da região. Já ouviu falar em Atafona? A cidade que vem sendo engolida pelo mar. Distrito do município de São João da Barra, Atafona sofre com intensa erosão marinha e diminuição do seu território desde a década de 70. Saiba mais sobre o crack no Brasil através das histórias compartilhadas por usuários e ex-usuários sobre suas lutas diárias contra a dependência química. Acompanhe também a atuação dos profissionais que atendem nos consultórios de rua no município de São Bernardo do Campo. E o que lúdico tem a ver com saúde? Descubra como este recurso pode ser utilizado para humanizar os serviços de saúde e criar vínculos nos centros cirúrgicos pediátricos.

O programa VideoSaúde deste mês traz títulos importantes para a saúde pública, promovendo debates que vão desde questões ambientais até humanização e linguagem. A programação é exibida sempre às segundas-feiras, às 22:30, no Canal Saúde, com reprises em diferentes dias da semana.

Assista também a programação da VideoSaúde no Canal Saúde | TV digital 2.4 Rio e Brasília | 62.4 São Paulo | on-line www.canal.fiocruz.br 

 
 
 
 
 
 

Leia mais...

A Comissão Eleitoral das Eleições Complementares do Conselho Estadual de Saúde Triênio 2018 - 2021 (para preenchimento de vacâncias) obteve ponto de pauta no dia de hoje (08/11/2018) na reunião dos Conselhos Municipais de Saúde (Cosems) e Comissão Intergestores Bipartite (CIB), no auditório do 11º andar do NERJ, para apresentar as informações referentes a realização da 8ª Conferência Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, bem como as conferências municipais e nacional. Dentro da apresentação, também foi disponibilizada por meio de relatório a lista dos CMS aptos e não aptos a participarem do Processo Eleitoral Complementar. Neste relatório (vide link abaixo), estão listados todos os 92 municípios (conselhos) e suas respectivas documentações regulares e/ou pendentes. 

LISTA DE ATUALIZAÇÃO DE DADOS DOS CMS PARA RECADASTRAMENTO

Leia mais...